Conheça a Fundação

Em razão de termos encontrado alguns obstáculos para o desenvolvimento dos nossos projetos sociais, especialmente quanto à captação de recursos, a liderança da igreja decidiu instituir a Fundação Cidade Viva, que tem a responsabilidade de cuidar de toda a ação social da Cidade Viva, em parceria com a igreja e com outras instituições cujos objetivos sejam compatíveis.

No dia 01/07/2008, a Fundação Cidade Viva foi declarada instituição de utilidade pública municipal, através da lei 11.491/08, no Conselho Municipal de Assistência Social de João Pessoa, sob o número 134/08, de utilidade pública municipal, através da lei 618/2010, no Conde-PB, de utilidade pública estadual, através da lei 9.313/2010. E por fim, de utilidade pública federal, sob o número 08071.003988/2012-89 no dia 26/09/2013.

OBJETIVO

A Fundação Cidade Viva tem como objetivo a promoção da dignidade do ser humano e a preservação do meio ambiente, através de ações voltadas ao desenvolvimento integral de suas potencialidades.

EIXOS DE ATUAÇÃO

Com vistas alcançar o seu objetivo geral, a FCV possui sete eixos de atuação que representam os seus objetivos específicos, quais sejam:

1. EDUCAÇÃO, ESPORTE E CULTURA

  • Promover a assistência educacional, estimulando e fomentando o pleno exercício da cidadania e o desenvolvimento técnico-científico;
  • Desenvolver, gratuitamente, ações voltadas à alfabetização de adultos;
  • Estimular e promover a prática esportiva, através de espetáculos, oficinas, peças teatrais, exposições, workshops, aulas de música e demais meios voltados à consecução desse objetivo;
  • Promover a educação, a cultura e os demais objetivos da Fundação, através de permissões ou concessões de serviços de rádio e de  televisão, do uso da internet, de jornais e demais periódicos.

2. SAÚDE

  • Promover, gratuitamente, a saúde física e emocional;
  • Promover a segurança alimentar e nutricional;
  • Atuar na recuperação e ressocialização de dependentes químicos e na co-dependência.

3. APOIO A FAMÍLIA

  • Buscar a proteção à família, à maternidade, à infância, à adolescência e à maturidade;
  • Fomentar e agir em busca do amparo das crianças e adolescentes carentes;
  • Promover a integração das pessoas portadoras de deficiências à vida comunitária;
  • Atender e assessorar os beneficiários da fundação, bem como, atuar na defesa e garantia de seus direitos, através de campanhas de conscientização.

4. GERAÇÃO DE EMPREGO E RENDA

  • Promover o desenvolvimento econômico e social, no intuito de combater a pobreza;
  • Experimentar novos modelos sócio-produtivos e de sistemas alternativos de produção, comércio, emprego e crédito;
  • Promover a integração ao mercado de trabalho das pessoas assistidas pelos projetos desenvolvidos pela Fundação Cidade Viva;
  • Desenvolver estudos e projetos voltados às soluções dos problemas sociais, através da economia social;
  • Oferecer formação técnico-profissional para aprendizes, com idade entre 14 e 24 anos, viabilizando o contrato de aprendizagem;
  • Oferecer formação técnico-profissional e empreendedorística para jovens e adultos;
  • Promover a integração ao mercado de trabalho.

5. VALORES CRISTÃOS

  • Difundir atividades culturais e religiosas realizando pesquisas, conferências, seminários, cursos, treinamentos, editando publicações, vídeos, processamento de dados e assessoria técnica nos campos educacional e sócio-cultural;
  • Comercializar publicações, cd’s, dvd’s, vídeos, camisetas, adesivos, materiais destinados à divulgação e informação sobre as finalidades da Fundação e de outras entidades sem fins lucrativos, desde que o resultado desta comercialização seja revertido integralmente à realização desses fins.

6. MEIO AMBIENTE

  • Defender e proteger o meio ambiente e os recursos naturais, preservando áreas ecologicamente importantes, conservando a biodiversidade e estimulando a criação de unidades de conservação, promovendo o desenvolvimento sustentável;
  • Promover a educação ambiental e a consciência ecológica.

7. ÉTICA, DIREITO E CIDADANIA

  • Promover os direitos individuais e coletivos estabelecidos, a construção de novos direitos e assessoria jurídica gratuita de interesse suplementar;
  • Promover a ética, a paz, a cidadania, os direitos humanos, a democracia e outros valores universais;
  • Estimular a parceria, o diálogo local e a solidariedade entre os diferentes segmentos sociais, participando junto a outras atividades que visem interesses comuns;
  • Promover a redução da litigiosidade através de núcleos de mediação e arbitragem.
ESTÃO ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA O
Acesse o site para conhecer mais e se inscrever